sábado, 4 de fevereiro de 2017

SINTO

Quando nossos se cruzam em silêncio
E nossas bocas emudecem para ouvir
A música que toca baixinho em nossos corações
Sinto teu corpo no meu

Quando descobrimos segredos ocultos no outro
E nossos passos se cruzam no caminho
Para seguirmos juntos na mesma estrada
Sinto tua alma junto a minha

Quando estamos sozinhos na noite fria
Aquecemos nossos corpos com nossas lembranças
Enganando a distância e roubando o tempo
Sinto que não vivemos um sem o outro

Quando estamos juntos
Esquecemos das horas
Para que elas não possam nos separar
Sinto nosso amor intensamente

Quando somos a poesia
Nossos corpos tornam-se a canção
Que toca suave inspirando os amantes
Sinto inabalável a grandeza da nossa união




Nenhum comentário: