quinta-feira, 23 de abril de 2009

Busca

Minha busca é perpetua
Busco por algo que se foi
Por algo que ainda existe
Alguma coisa talvez perdida
Quem sabe perdida em mim
Ou em algum lugar no passado

Busco o que está no vazio
Talvez eu nunca encontre
Porque eu não sei o que é
Pode até ser uma ilusão

Quem sabe uma luz no escuro

Busco pelo que não vejo
Procuro algo que está inacabado

Pensei que eu seria forte
O bastante para suportar
E hoje me sinto fraca
E impotente para continuar

Busco
Procuro encontrar no infinito
Talvez na minha solidão

Encontrar nas palavras
O sentido para aquilo que
Não tem sentido

Maria Lima

Nenhum comentário: