domingo, 12 de março de 2017

DOR DA ALMA - NÃO DESEJO JULGAMENTOS



Ansiedade... angústia, sentimento de aflição , medo, incerteza, perturbação da mente e do espírito. Pode ser também sentimento de perigo, de desespero, um sentimento ruim, nervosismo, tensão e em muitos casos pavor. Estes são sintomas de uma crise de ansiedade.




A sua mente te limita, você não consegue raciocinar, o coração dispara, a respiração se torna difícil ou ofegante, suor, tremores, incapacidade de completar um raciocínio e falar. Talvez sejam os piores sintomas da ansiedade.


Em dias normais você pode se tornar uma pessoa chata ou inconveniente, comer demais, falar demais,  beber demais ser compulsivo em uma ou diversas áreas.
Agressividade, impulsividade, lembranças ruins intrusivas e constantes, perfeccionismo, sensação de erro , sentimento de culpa...
Tensão muscular constante, vontade de chorar, dores pelo corpo, na barriga, de cabeça... Vontade de vomitar. Sinto tosse, rouquidão e em casos extremos perco a voz. Insônia ou sono interrompido muitas vezes por pesadelos.
Vontade de morrer, depressão, inércia, sentimento de vazio, solidão, boca seca.
Isso não é uma vergonha, é doença antes de tudo uma profunda cicatriz na alma e necessita de amor e medicação. A segunda opção no meu caso é mais viável, a partir do momento que escondo meus sentimentos e não deixo transparecer. Poucas pessoas sabem ou reconhecem quando estou em uma crise de ansiedade.
É A DOR DA ALMA.
Você não quer morrer mas o tempo todo pensa em tirar sua vida como uma forma de alívio para tanto sofrimento. A tua alma sangra compulsivamente.
Tentei o suicídio duas vezes fracassadas. A espiritualidade me quer aqui sofrendo e pagando pelos erros do passado.
Sobre auto mutilação? A dor física distrai a dor da alma, rsrsrs. Louco demais ou seja lá o que for alivia.
Eu não costumo pedir ajuda pois sei que ela não vem. Ou vem em formas de preconceito, desdém,brincadeiras que machucam ainda mais uma alma em desalinho.

Fraca, fui fraca e me marquei. Ainda é melhor que tentar dar um fim e ficar no vale sofrendo. Não é uma forma de chamar atenção uma vez que as pessoas sequer percebem. Uma forma de aliviar fisicamente a dor que é emocional.
Da última vez (anos atrás) bati tanto no meu rosto que fiquei com o olho roxo. Nessas horas de crise a minha alma grita por socorro, por um cadinho de paz, um refrigério, pela sensação de amor, de proteção.
Necessito de calor, de emoção, de saber que não sou apenas um objeto, alguém que resolve os problemas de todo mundo, que aconselha e serve quando precisa.
Amo fazer isso de ajuda os outros, mas a solidão me corrói a alma.
Eu não sei o que é ser amada. Sentir calor humano. Proteção.
Nossa não quero dinheiro, status, reconhecimento... quero apenas amor.
QUERO CALOR, EMOÇÃO, UM SORRISO SINCERO, UM ABRAÇO APERTADO.
Não quero apenas servir e sim ser também servida, um pouco mimada, me sentir protegida, amparada.
Não sou nenhuma desajustada, desequilibrada nem louca.
Sou apenas alguém que atingiu o limite aceitável da dor e não consegue mais parar de sangrar.
Aliás tenho sangrado literalmente nos últimos meses...


Meu único desejo e tormento é por um sentimento belo, simples e risonho: AMOR



BOM QUE SAIBAM...
ISSO NÃO É VONTADE DE APARECER É VONTADE DE SUMIR;
NÃO É BAIXA ESTIMA, É SENTIMENTO DILACERADO;
MOMENTOS DE PRIVACIDADE PREENCHIDOS POR SOLIDÃO E  DOR;
É QUANDO OS MOMENTOS A SÓ SÃO OS PIORES MOMENTOS;
NÃO É FALTA DE AMOR PRÓPRIO É TER SEU EU REJEITADO;
E NO DIA SEGUINTE VEM UMA DESCULPA...
DEPOIS OUTRA...
MAIS OUTRA...
E APRENDEMOS A FINGIR QUE NADA ESTÁ ACONTECENDO
PARA NÃO SER JULGADO.
FICA A DICA QUE SOMENTE QUEM SOFRE A DOR SABE A SUA AMPLITUDE...
M.A.




















Nenhum comentário: