domingo, 18 de outubro de 2009

Visões - Maria Antonieta Lima




Deixei meu orgulho de lado
Larguei minhas roupas espalhadas
Abandonei propósitos secretos
Fiz do meu dia escuridão
*
Cerrei meus olhos para não ver
Toda mentira e hipocrisia existente
Fechei as portas do meu coração
Tranquei meus sonhos e ilusões
*
Olhei para toda futilildade
Percebi que nada mudou
Nada se tranformou nunca
Tudo não passa de mera encenação
*
Futilidades e mentora presentes
Dia após dia em cada vida que passa
Em cada rosto que observo
Em cada coração que comtemplo.
*
Maria Antonieta Lima

Nenhum comentário: