quinta-feira, 4 de março de 2010

Confusa - Maria Antonieta Lima




CONFUSA

Meu desejo de estar com você
Se confunde com meu orgulho ferido
É quando há conflito em mim
Onde desejo e razão se misturam
E lutar é perder a batalha

Meu amor não foi passageiro
O amor nunca é...
Meu desejo não possui limites
Incendeia dentro de mim
Não adianta tentar negar

Todavia, tu não me pertences
E meu coração lamenta
Então tudo se abate em mim
Reviver é reabrir a ferida
Impossível tentar remediar isso.










Nenhum comentário: