sexta-feira, 26 de junho de 2009

Não Mais... (soneto)


Não Mais... (soneto)

Não me abaterei num só momento
Porque tu não sabes amar
Soltando palavras cruéis ao vento
Sabes muito bem machucar

Não perderei tempo com teu sentimento
Se a verdade és incapaz de aceitar
E teu coração não consegue abrigar
Fique na solidão com o teu pensamento

Não vou entristecer porque me traíste
Destilou seu veneno como pode
A mim, toda tua desgraça atribuíste

A tua vaga bondade nunca acode
A tua beleza é algo que não existe

Siga tua vida e não me incomode

maria antonieta lima®

Nenhum comentário: